Sexta-feira, 18.05.18

Lançamento do Livro "Fernando Sylvan, uma monografia"

Lançamento do Livro "Fernando Sylvan, uma biografia"


Livro de José Bárbara Branco sobre o autor timorense Fernando Sylvan é lançado em Díli no dia 9 de junho.

Com edição de Rui Fonseca, o livro assume um retrato do escritor timorense que viveu a maior parte da sua vida em Portugal.

 

Este livro diz respeito a um extraordinário autor das Letras Portuguesas do século XX e, seguramente até agora, um dos mais notáveis escritores nascidos no então Timor Português, hoje Timor-Leste.

 

Nasceu em Díli a 26 de agosto de 1917 e faleceu em Cascais a 25 de dezembro de 1993, foi poeta, prosador e ensaísta.

 

Abílio Mota Ferreira, ou sob o pseudónimo Fernando Sylvan, é hoje inexplicavelmente pouco conhecido, pois a sua obra é vasta, eclética e muito interventiva, resultante de incansável actividade como jornalista, escritor, conferencista, ensaísta, poeta, professor e filósofo da singularidade da presença de Portugal no mundo. Foi presidente da Sociedade de Língua Portuguesa, em Lisboa, durante cerca de vinte anos.

 

Autodidacta assumido, cultivou a escrita com mestria e fez incursões em quase todos os domínios humanísticos. Foi um defensor convicto da portugalidade e da língua portuguesa, que viria a assumir uma intransigente reivindicação dos direitos dos timorenses e da independência de Timor.

 

O seu percurso, tanto no campo literário como na área profissional e pessoal, faz de Sylvan uma figura singular - que José Bárbara Branco nos dá a conhecer num laborioso trabalho de pesquisa e análise em arquivos, nos recônditos de bibliotecas e fontes orais. A sua apresentação fundamentada, mas muito dinâmica e objectiva, proporcionam não só a descoberta da biografia e obra de uma personalidade marcante, mas ainda uma viagem pela cultura portuguesa, de aquém e além-mar, no entrelaçado da diáspora da portugalidade com a visão transformada de um homem independente, que sentia e clamava que tinha duas pátrias: Timor e Portugal.

 

Este livro, publicado nos cem anos do nascimento de Fernando Sylvan é, para além de homenagem, um contributo para um novo impulso ao estudo da sua obra, não apenas pelos aficionados dos assuntos relativos a Timor, ou académicos. É também uma mais-valia para a consciência da valorização do português no mundo e como língua oficial em Timor-Leste – e ainda o conhecimento da enorme importância cultural de Fernando Sylvan pelos próprios timorenses.


Fonte:  http://www.coisas.com/Fernando-Sylvan-uma-biografia


Fernando Sylvan recebeu postumamente a condecoração Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.


Obras publicadas:

POESIA

 

Vendaval. Porto, 1942
Oração. Porto, 1942Os Poemas de Fernando Sylvan (capa de Neves e Sousa). Porto, 1945
7 Poemas de Timor (com vinheta de Azinhal Abelho e um desenho de João-Paulo na 1ª edição). Lisboa, 1965. 2ª edição, pirata. Lisboa, 1975.
Mensagem do Terceiro Mundo (poema e traduções de Barry Lane Bianchi, Serge Farkas, Inácia Fiorillo e Marie-Louise Forsberg-Barrett para inglês, francês, italiano e sueco). Lisboa, 1972.
Tempo Teimoso (capa da 1ª edição de Cipriano Dourado). Lisboa, 1974. 2ª edição, Lisboa, 1978
Meninas e Meninos, Lisboa, 1979
Cantogrito Maubere – 7 Novos Poemas de Timor-Leste (carta-prefácio de Maria Lamas, nota de Tina Sequeira, capa de Luís Rodrigues). Lisboa, 1981.
Mulher ou o Livro do teu Nome (com 21 desenhos de Luís Rodrigues, prefácio de Tina Sequeira). Lisboa, 1982
A Voz Fagueira de Oan Timor (organização de Artur Marcos e Jorge Marrão, prefácio de Maria de Santa Cruz). Lisboa, 1993.

 

PRESENÇA EM COLETÂNEAS DE POESIA

 Enterrem Meu Coração no Ramelau (recolha de textos de Amável Fernandes, desenhos de José Zan Andrade e capa de António P. Domingues e Fortunato). Luanda, União dos Escritores Angolanos, 1982.
Primeiro Livro de Poesia — Poemas em língua portuguesa para a infância e adolescência (selecção de Sophia de Mello Breyner Andresen, ilustrações de Júlio Resende). Lisboa, Caminho, 1991.
Floriram Cravos Vermelhos — Antologia poética de expressão portuguesa em África e Ásia (por Xosé Lois García). A Corunha (Galiza), Espiral Maior, 1993.

 

PROSA

 

LIVROS

O Ti Fateixa. Parede, 1951
Comunidade Pluri-Racial. Lisboa, 1962
Filosofia e Política no Destino de Portugal. Lisboa, 1963
A Universidade no Ultramar Português. Lisboa, 1963
O Racismo da Europa e a Paz no Mundo. Lisboa, 1964
Perspectiva de Nação Portuguesa. Lisboa, 1965
A Língua Portuguesa no Futuro da África. Braga, 1966
Comunismo e Conceito de Nação em África. Lisboa, 1969
Recordações de Infâncias (colaboração de Tina Sequeira). Lisboa, 1980
O Ciclo da Água (BD de Luís Rodrigues). Lisboa, 1987
Cantolenda Maubere/Hananuknanoik Maubere / The Legends of the Mauberes (traduções: para tétum, de Luís da Costa; para inglês, do Departamento de Projectos da Fundação Austronésia Borja da Costa. Ilustrações: 7 pinturas e 2 desenhos de António P. Domingues). Lisboa, 1988.


Fonte: Wikipédia

agendaculturaldili às 05:10 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 13.02.18

Anúncio Prémio de Língua Portuguesa 2018

A Fundação Oriente anuncia a 5ª edição do Prémio de Língua Portuguesa, um concurso de escrita para jovens estudantes timorenses dos 18 aos 24 anos

 

O Prémio de Língua Portuguesa tem como objectivo incentivar os jovens timorenses a escreverem em português, sendo que o Prémio para o vencedor é um curso de verão de língua e cultura portuguesa na Universidade do Minho no próximo mês de julho/agosto de 2018.

 

O tema do concurso deste ano é "A paz".

 

O prémio tem o valor de 3,000 usd. A Fundação Oriente compra a viagem de ida e volta e faz a inscrição e pagamento de propinas na universidade.

 

Inspire-se e escreva sobre o tema"A paz".

 

 

 

Prémio de Língua Portuguesa para Jovens Estudantes de Timor-Leste

5ª Edição - 2018

Regulamento

 

1. Designação

É instituído o Prémio de Língua Portuguesa da Fundação Oriente para jovens estudantes de português de Timor-Leste, com o objetivo de proporcionar o desenvolvimento das suas competências linguísticas e comunicativas em português, através da frequência do Curso de Verão de Língua e Cultura Portuguesa em Portugal, promovendo também, desta forma, o intercâmbio cultural com outros falantes de língua portuguesa.

 

2. Âmbito

2.1. O Prémio de Língua Portuguesa da Fundação Oriente é atribuído ao jovem estudante de Timor-Leste que apresente o melhor texto original com o tema “A paz”;

2.2. Os textos a apresentar não devem exceder as 3 (três) páginas A4, com o tipo de letra Times New Roman, tamanho 12 e com espaçamento entre linhas de 1,5;

2.3. Ao prémio podem candidatar-se apenas estudantes de nacionalidade timorense, actualmente a frequentar uma instituição de ensino em Timor-Leste, com idade compreendida entre os 18 e os 24 anos, inclusive, completados até à data limite de entrega dos textos;

2.4 Ao prémio podem candidatar-se todos os jovens que não tenham vencido o Prémio de Língua Portuguesa de anos anteriores;

2.5. Cada estudante apenas poderá apresentar 1 (um) texto a concurso;

2.6. Os textos a concurso devem ser entregues com a identificação do autor, curriculum vitae, indicação da morada, telefone e endereço electrónico (email);

2.7. Os textos a concurso deverão ser entregues na Delegação da Fundação Oriente, na morada Rua 30 de Agosto nº 78, Díli até às 17h00 do dia 30 de março de 2018, ou através do correio eletrónico para delegacaotimor@foriente.pt até ao dia 31 de Março de 2018;

2.8. Dos textos apresentados a concurso nesta edição serão seleccionados pelo júri no máximo 10 (dez), os quais serão apresentados pelos autores publicamente, em local e data a anunciar pela Fundação Oriente;

2.9. Os textos escolhidos não poderão sofrer qualquer tipo de alteração, devendo ser apresentados tal como foram elaborados;

2.10. A Fundação Oriente reserva-se o direito de publicar todos os textos apresentados a concurso, sem que daí advenham quaisquer encargos relativos a direitos de autor.

3. Natureza do Prémio

3.1. O Prémio de Língua Portuguesa da Fundação Oriente tem o valor pecuniário de 3,000 (três mil) dólares americanos e destina-se a apoiar a deslocação e a estadia do estudante premiado em Portugal, durante aproximadamente um mês, a fim de frequentar o Curso de Verão de Língua e Cultura Portuguesa na Universidade do Minho. O curso realiza-se durante o mês de Julho ou Agosto de 2018.

3.2. Na actual edição do Prémio serão atribuídos 4 Prémios de Língua Portuguesa.

3.3. Ainda na actual edição serão atribuídos como prémios extraordinários 4 (quatro) Cursos de Língua Portuguesa na Delegação da Fundação Oriente em Timor-Leste aos premiados entre o 5º e o 8º lugar de classificação. Os cursos deverão ser frequentados até final de 2019.

 

4. Atribuição do Prémio

4.1. Os vencedores do Prémio de Língua Portuguesa da Fundação Oriente serão escolhidos por um júri constituído por 5 (cinco) elementos escolhidos entre personalidades de prestígio na área de ensino e da cultura de Timor-Leste e/ou países da CPLP;

4.2. As decisões do júri serão tomadas por maioria simples e destas não caberá recurso;

4.3. O júri poderá não atribuir os prémios caso entenda que os textos não se enquadram no âmbito deste regulamento ou quando não tenham qualidade suficiente;

4.4. O resultado do concurso será publicado no sítio da Delegação da Fundação Oriente e outras redes sociais;

4.5. Os prémios serão entregues em acto público a realizar na Delegação da Fundação Oriente em Timor-Leste, em data a anunciar;

4.6. A Fundação Oriente reserva-se o direito de decidir sobre a renovação anual da atribuição deste Prémio.

 

Publicado em 01/03/2018


 

 

agendaculturaldili às 08:42 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 24.01.18

Portfólio - Fotografias Gabriela Carrascalão

Entre 8 e 13 de Março de 2004 decorreu na Delegação da Fundação Oriente em Díli a exposição de fotografia e pintura da UNIFEM, agência das Nações Unidas com quadros 100% locais, “NEON rostos/faces", no âmbito das comemorações em Timor do Dia Internacional da Mulher, com o apoio do PNUD.

 

A exposição de fotografias de Gabriela Carrascalão, com o título “Neon – rostos/faces” (neon= rosto em tétum, e faces= rostos em inglês), tem por tema o rosto feminino em Timor e a resiliência denotada nos mesmos após o período da ocupação.

 

Para além de acolher a exposição, na Fundação Oriente realizou-se ainda um leilão das obras expostas, cuja receita se destinou a financiar a Fundação ALOLA que realiza trabalho na áreas de apoio social e económico à mulher.

 

Após o encerramento da exposição, a autora ofereceu à Delegação quatro fotografias expostas de rostos de mulheres que foram casos de estudo de recuperação psicológica e física de maus-tratos sofridos durante a ocupação pré 1999.

 

 

 

agendaculturaldili às 08:06 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos

Portfólio - Fotografias Joel Santos

Joel Santos expôs na delegação da Fundação Oriente em Timor-Leste em 2006.

 

O fotógrafo, também professor, esteve em Timor, integrado numa equipa de professores da FUP, e a sua missão terminou em 2006.

 

"O tema das fotos é a paisagem timorense e rostos de crianças. A paisagem normalmente associada a actividades do dia a dia, tal como a pesca e a apanha de marisco e moluscos. Os rostos de crianças mostrando sempre a alegria e a irreverência infantil."

 

http://joelsantos.net/portfolio/east-timor/

 

 

 

 

agendaculturaldili às 06:30 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 23.01.18

Cine Timor - A Língua, A Luta, A Nação

A Fundação Oriente exibe no dia 3 de fevereiro, sábado, às 15h, o documentário de Max Stahl "A Língua, A Luta, A Nação" sobre o papel da língua portuguesa em Timor-Leste.

 

O documentário tem 53 minutos de duração.

 

O realizador estará presente para responder a eventuais questões do público.

 

Entrada gratuita!

agendaculturaldili às 07:06 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 12.12.17

Oficina de Língua Portuguesa - Férias de natal

Que bom é estar de férias!

 

Para as meninas e meninos timorenses em férias organizam-se uma oficina de língua portuguesa no natal.

 

A oficina tem como objetivo melhorar a compreensão e aumentar o vocabulário conhecido pelas crianças em língua portuguesa. As atividades incluem contar e ouvir histórias, fazer jogos, desenhos e pinturas sobre os textos das histórias, ou seja aprender a brincar.

 

Para crianças dos 3 aos 10 anos que tenham pouco contacto com a língua portuguesa e querem aprender mais!

 

As oficinas realizam-se durante a semana, de segunda a sexta-feira.

 

Horários: Das 9h às 12h

 

Sugere-se que as crianças tragam um lanche para tomar a meio da manhã.

 

agendaculturaldili às 13:05 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 11.12.17

Livro Rumando de Lés a Leste - Contos e Lendas do Oecusse



Rumando de Lés a Leste
Contos e lendas de Oecusse
Livro-memória das Comemorações dos 500 anos da Chegada dos Portugueses a Timor-Leste
1515-2015

 

Um conjunto de 74 contos e lendas.

 

Apenas uma breve amostra do índice:

 

Introdução
1 A Ponteana - versão anónima
2 Mau-Quinta e o toqué - versão de Fabião Oliveira
3 O pássaro e o catuas - versão de Belinha Pires Piedade da Cunha Mambares
4 Bete-Dou e Mane-Loro - versão de Alberto Sani e Aleixo Coa
5 A menina e o cacatua - versão de Filomena da Costa

...

 

Este é o segundo livro de Anabela Leal Barros de recolha de contos e lendas de Timor-Leste.

 

Visite-nos e leia o livro.

agendaculturaldili às 09:09 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 30.11.17

Recital - Música para Ouvir - 3 dezembro 17h

 

 

 

“Música para ouvir” é um recital para voz e violão, com interpretação da portuguesa Carolina Letra e do brasileiro Gilberto Gasparetto. A apresentação traz uma abordagem camerística de composições brasileiras, portuguesas e timorenses.

 

O repertório inclui choro, bossa nova, fado, balada, acalanto e samba, entre outros gêneros. Nomes importantes da música brasileira e portuguesa estão representados, como Tom Jobim, Vinicius de Moraes, Zeca Afonso, Pixinguinha, Villa-Lobos, Garoto e Edu Lobo.

 

O recital “Música para ouvir” é uma viagem sentimental e intimista por caminhos melódicos que procuram levar ao ouvinte a riqueza e a diversidade musical de Brasil, Portugal e Timor-Leste.

 

Assista.

Entrada gratuita

 

__________________

 

(ENG) “Música para ouvir”  or “Music for listening” is a recital for voice and guitar, with the interpretation of the Portuguese singer Carolina Letra and Brazilian guitarist Gilberto Gasparetto. The presentation brings a cameristic approach to Brazilian, Portuguese and East Timorese compositions.

 

The repertoire includes choro, bossa nova, fado, balada, lullaby and samba, among other genres. Important names of Brazilian and Portuguese music are represented, such as Tom Jobim, Vinicius de Moraes, Zeca Afonso, Pixinguinha, Villa-Lobos, Garoto and Edu Lobo.

 

The recital "Music for listening" is a sentimental and intimate journey through melodic paths seeking lead the listener to the musical richness and diversity of Brazil, Portugal and Timor-Leste.

 

Come and enjoy.

Free entrance.

agendaculturaldili às 03:34 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 07.11.17

Cine Brasil - "O palhaço" - dia 11 de novembro 16h

O Cine-Timor apresenta o filme brasileiro "O palhaço".

 

Benjamim é um palhaço que pensa que perdeu a graça e parte numa aventura atrás de um sonho. Muito riso e emoção num filme encantador com Selton Mello.

 

É sábado, dia 11 de novembro às 16h. Não perca!

 

Entrada gratuita.

 

 

agendaculturaldili às 06:23 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos

FESTin 2017 - Mostra em Baucau a 11 de novembro

Sábado, 11 de Novembro, 10h – Sessão Infantil, Centro de Dia, São José –  Vila Nova, Baucau

As aventuras do Pequeno Colombo – Longa Infantil


Brasil, 2015, 88 minutos, animação
Realizador: Rodrigo Gavo


Sinopse: Longa-metragem de animação que se passa na Itália em 1463, onde três jovens, Cris, Leo e Lisa vão descobrir os mistérios do povo de Atlântica e se deparar com sua besta mais feroz, temível Nautilus. Esta criatura destrói todos os navios europeus que tentam cruzar o Oceano Atlântico. Eles vão encontrar uma maneira de derrotá-lo, o que tornará possível para Chris, no futuro, encontrar o caminho para a América. Estas crianças serão conhecidas posteriormente como Cristóvão Colombo, Leonardo Da Vinci e Monalisa.

 

O projeto do meu pai


Brasil, 2016, 6 minutos, ficção
Realizadora: Rosaria


Sinopse: Eu tenho um amigo que diz que a gente precisa desenhar uma mesma coisa mil vezes, até ficar do jeito que a gente acha que


 

Sábado, 11 de Novembro, 15h, Centro de Dia, São José –  Vila Nova, Baucau

 

O Outro Lado do Paraíso


Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=jJa1QM9XY3s&feature=youtu.be
Brasil, 2014, 100 minutos, drama
Realizador: André Ristum

 


Sinopse: Anos 1960, o Brasil vivia um período turbulento, com o governo em crise, o Congresso em chamas, denúncias de corrupção na imprensa e um golpe a caminho. Neste país dividido, Nando, um menino de 12 anos, narra as aventuras do pai, Antonio Trindade, um idealista sonhador que sai do interior de Minas para Brasília. O desejo de ascensão social, de participar da construção da nova capital e de apoiar as reformas prometidas pelo presidente João Goulart é frustrado pelo golpe militar. O golpe chega quando Nando começa a viver uma história de amor com Iara, uma pré-adolescente avançada para aqueles tempos. Os sonhos se tornam pesadelos. Um capítulo efervescente da história do Brasil baseado em livro autobiográfico de Luiz Fernando Emediato.


A mostra FESTin continua em Díli a partir de 16 de novembro! Não perca!


agendaculturaldili às 06:02 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos

ARQUIVO

A DELEGAÇÃO EM TIMOR-LESTE

A DELEGAÇÃO EM TIMOR-LESTE

FUNDAÇÃO ORIENTE

FUNDAÇÃO ORIENTE

MUSEU DO ORIENTE

MUSEU DO ORIENTE

CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO

CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO

BOLSAS DE ESTUDO

BOLSAS DE ESTUDO