Terça-feira, 28.08.18

Histórias para Sonhar - 2ª edição

A 2ª edição de Histórias para Sonhar é um projecto da Fundação Oriente em Timor-Leste patrocinado pela Embaixada de Portugal em Díli e Camões IP. O programa que foi exibido na televisão em Timor-Leste em vários canais de televisão, pública e privados.

 

O projecto é composto por 6 histórias tradicionais para crianças em Língua Portuguesa para incentivo da prática da língua portuguesa fora do ambiente escolar. Nsta edição a recolha e o contar das histórias foi organizado pelo grupo Haktuir Ai-knanoik.

 

A gravação, apoio técnico, edição e montagem do programa é da autoria de técnicos timorenses e portugueses da Crocfaek.

 

O projecto transpõe para a televisão a actividade de leitura e contar de histórias que se realiza com frequência na Fundação Oriente em Timor-Leste.

 

A todos os participantes um muito grande obrigada em nome da Fundação Oriente.

 

Aqui ficam alguns dos filmes (em baixa resolução) e fotos:

 

História "A filha do Sol e da Lua" - https://youtu.be/ZvKUJN4eA8M

 

História "A montanha de Matebian" - https://youtu.be/QlO8fWdGRuw

 

História "Mausoko" - https://youtu.be/fWV0IYO-aPU

 

História "O cajadinho" - https://youtu.be/vXUz8L0TivE

 

História "O galo branco" - https://youtu.be/aLCslweCosE

 

História "O pássaro da liberdade" - https://youtu.be/vGb-Y-ORntI

 

 

 

 

 

 

 

 

agendaculturaldili às 22:13 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 21.05.18

Ciclo de Cinema Língua Portuguesa - 23 de junho

 

As atividades de comemoração do dia da Língua Portuguesa, iniciativa da Embaixada de Portugal em Díli com o apoio da Fundação Oriente, continuam em junho e julho.

A programação de cinema inclui um calendário de filmes documentários de países onde se fala, ouve e filma em língua portuguesa.

 A riqueza das diferentes culturas numa mesma língua é a tónica deste ciclo de cinema.

 

As produções apresentadas são resultado de dois projetos de incentivo à produção e capacitação audiovisual, nomeadamente da CPLP, o DOC TV II e da UE, o programa PALOP-TL que comemora os 25 anos.

 

Para saber mais sobre cada um ...

CPLP - DOC TV II - Video de apresentação (click aqui)

Programa de Promoção à Produção e Difusão do Documentário da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.

Inclui ações de capacitação, co-produção e teledifusão de documentários. Cada país participante co-produziu um documentário nacional e as respectivas emissoras públicas de televisão promovem a teledifusão da série de documentários nacionais.

A iniciativa visa apresentar uma visão contemporânea dos países de língua portuguesa no mundo.

Foram selecionados nove projetos inéditos de documentários de 52 minutos.

Timor-Leste tem participado nestes programas por iniciativa do Ministério da Educação e Cultura, Direção da Arte e Cultura.

 

PALOP-TL União Europeia 25 anos

Em 2017 comemoraram-se os 25 Anos da parceria PALOP-TL com a União Europeia, tendo sido criado um concurso de audiovisuais para incentivar a produção de conteúdos, incluindo programas de capacitação com residência artística.  Video do concurso (click aqui)

 

Cartaz para os dias 23, 30 de junho e 7 de julho de 2018 na delegação da Fundação Oriente em Timor-Leste:

 

 

 

DIA 23 de junho - 15h - Guiné Bissau e Portugal



Paraíso Ameaçado

Domingos Sanca I Guiné Bissau

Documentário, 52 minutos, 2017 I CPLP DOC TV II


Sinopse:

Numa rádio comunitária, decorre um debate sobre a recente descoberta da existência de petróleo no Arquipélago dos Bijagós, um paraíso natural. Através de dois personagens, vamos saber as reações das comunidades locais sobre o assunto.


O Arquipélago dos Bijagós, na Guiné-Bissau, foi considerado pela UNESCO como Reserva da Biosfera, devido à sua impressionante riqueza e diversidade da sua fauna e flora.Mas, com a recente descoberta da existência de petróleo, a catástrofe parece estar iminente. A partir de dois personagens, sintonizados a Rádio Comunitária que promove um debate sobre o assunto, saberemos das expectativas que a exploração do petróleo vai provocar nestas comunidades.


 

PÁ NHA TÉRA I PELA MINHA TERRA 

Rui Manuel Costa  I  GUINÉ BISSAU

Documentário, 14 minutos, 2017 I  PALOP - TL UE

 

Sinopse:

Quintino é director do parque "João Vieira e Poilão", no arquipélago dos Bijagós. A sua missão é manter o equilíbrio entre o homem e o meio natural. Por isso é respeitado e admirado pelos demais chefes tribais; rejeitado, em parte, pelos jovens; e inimigo a abater pelos pescadores, escolados na sociedade de consumo.

 

A CASA

Rui Simões I Portugal

Documentário, 52 minutos, 2017 I CPLP DOC TV II


Sinopse:

Obra aborda o processo de descolonização no século XX.

Nascida no Estado Novo para controlar os estudantes ultramarinos, a Casa dos Estudantes do Império, em Lisboa e com delegações em Coimbra e Porto, foi fundamental nas lutas de independência das colônias portuguesas. Por aquele ponto de encontro passaram futuros líderes dos movimentos de libertação como Agostinho Neto e Amílcar Cabral. O documentário A Casa recupera memórias de testemunhos dos sobreviventes da Casa, ficcionalizando paralelamente excertos de "A Geração da Utopia", de Pepetela.



DIA 30 de junho - 15h - Moçambique e Timor-Leste



Djambo

Chico Carneiro I Moçambique

Documentário, 52 minutos I CPLP DOC TV II

 

Sinopse:

Documentário revela a luta de libertação de Moçambique.

O filme acompanha Carlos Djambo, um antigo fotógrafo-guerrilheiro, em uma viagem de revisitação ao locais onde documentou a luta de libertação e o processo de reconstrução de Moçambique após a Independência. As suas fotografias e os encontros com as pessoas que partilharam sua experiência de luta, são o fio condutor de uma viagem que revela o país em contraste com aquele que foi idealizado. Na estrada, por força de encontros inesperados, é o drama na vida de Djambo que acaba por ser revelado - de tão fatalmente enredado que está no curso histórico do seu país.

 


Vestindo a Religião

Yara Costa I Moçambique

Documentário, 13 minutos, 2017 I  PALOP - TL UE


Sinopse:

 

Na pequena Ilha de Moçambique, a religião sempre fez parte da vida de todos. Mas a recente escolha de Karen, uma jovem muçulmana, causa estranheza na sua comunidade, enquanto ela se descobre no Islão mais radical.



A Criança Roubada

Lurdes Pires I Timor-Leste

Documentário, 52 minutos I CPLP DOC TV II


Sinopse:

A historia não contada de uma das gerações roubadas de Timor-Leste.

Durante a brutal ocupação de Timor-Leste pela Indonésia milhares de crianças foram roubadas, assim como muitos outros recursos naturais do país.

Esta é a historia de 'José' Abdul Rahman. Em 1978 José, que tinha oito anos, estava escondido no Monte Matebian quando um avião lançou uma bomba, matando 22 pessoas da sua familia. Ele salvou-se, fugiu das montanhas e começou a seguir um batalhão indonésio. Os soldados obrigaram José, e muitos outros rapazes, a trabalhar como empregados e em 1979 levaram as crianças de barco para a Indonésia.

Em 2015 uma ONG encontrou a familia de José em Timor-Leste. O filme começa depois de trinta e cinco anos, com José e a sua familia se preparando para viajar para Timor-Leste. Em Kalimantan José e a sua esposa, Sri, são gente de fora. Ele é timorense e ela é de Java. Eles esperam encontrar uma grande familia em Timor Leste, que os vai receber bem e possivelmente um futuro melhor.

O filme mostra a relação entre José e a sua familia timorense. Será que as tensões da guerra com a Indonésia vão afetar a relação deles? Poderão muçulmanos e católicos aceitarem uns aos outros? A reunião será um verdadeiro teste se as duas nações podem se reconciliar e perdoar.

 

DIA 7 de julho - 15h - S. Tomé e Princípe e Timor-Leste

 


Motxi di Obô, a Morte da Floresta

Ramusel Alves da Graça I São Tomé e Princípe

Documentário, 52 minutos I CPLP DOC TV II

 

Sinopse:

Filme aborda a exploração inadequada da floresta equatorial santomense.

A floresta de São Tomé e Príncipe foi classificada por cientistas, em 1988, como a segunda mais importante entre 75 florestas de África, para a conservação de aves. 
O documentário tem como propósito despertar a consciência dos santomenses para as consequências que poderão advir da exploração sistemática da floresta. De igual modo que retrata o interesse da floresta equatorial santomense para o mundo, uma vez que ela conserva centenas de plantas com poderes terapêuticos.

Produzido dentro do parque natural Obo São Tomé, vários personagens são os condutores desse documentário, nomeadamente, curandeiros (médicos tradicionais) que coletam cascas e folhas para produção de medicamentos, madeireiros que promovem o abate de árvores para construções, ou artesãos para produção canoas para pesca artesanal, e também os produtores rurais que promovem a abertura de campos para agricultura.

 

MINA KIÁ -

Kátya Aragão I S. Tomé e Princípe

Documentário, 14 minutos - PALOP - TL UE


Sinopse:

Tónia é, uma menina extrovertida, sensível e alegre que sonha ser jornalista. A sua vida muda quando a mãe a envia para casa dos tios, na cidade, onde passa a sofrer abusos e maus-tratos. Com tantos obstáculos será que Tónia vai alcançar o seu grande objectivo?




TARA BANDU

Victor de Sousa I Timor-Leste

Documentário, 52 minutos - PALOP - TL UE


Sinopse:

 

O retrato de uma prática tradicional actual, das comunidades timorenses, para mediação de conflitos entre as normas religiosas, tradicionais, e a legislação democrática moderna.

 


agendaculturaldili às 06:14 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 12.03.18

Cine Timor - "Rondon e a cartografia" - 17 março 16h

 

"Rondon e a Cartografia", um documentário do realizador Cacá de Souza

Será apresentado a 17/03 às 16h com a presença do autor.

 

A contribuição do marechal mato-grossense Cândido Rondon à cartografia brasileira e à consolidação das fronteiras do país é inestimável. O documentário  de Cacá de Souza apresenta um rico material fotográfico, cinematográfico e cartográfico realizado pelo próprio Rondon e seus auxiliares. Nas longas missões pelo interior do país, que se estenderam por mais de cinco décadas, foram reunidas informações e referências geográficas e antropológicas relevantes e precisas para o desbravamento do interior do Brasil. Seus resultados deram a Rondon reconhecimento internacional.  

 

Os fotogramas e mapas apresentados no vídeo foram recolhidos em instituições como o Museu Histórico e Serviço Geográfico do Exército, Arquivo Nacional, Museu do Índio, Museu Americano de História Natural e Sociedade Geográfica Americana, durante os 14 meses de produção do documentário. Foram gravadas participações de cientistas, historiadores e pesquisadores brasileiros e americanos, realizadas em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Rio de Janeiro, no Brasil, e Nova York, nos EUA.

 

Duração: 32m

Ano: 2011

Indicação: Todas as idades

 

Críticas dos Media:

"Este trabalho do jornalista e documentarista Cacá de Souza é o segundo deste porte sobre Rondon, mergulha ainda mais na alma misteriosa deste brasileiro considerado um dos maiores desbravadores do nosso tempo.

Com uma curiosidade aguçada marca de toda sua carreira, uma obstinada dedicação ao personagem é uma sensibilidade sem igual, o realizador nos leva a uma viagem a um passado recente, mas incrivelmente ainda pouco conhecido e estudado da nossa história. 

Cacá de Souza traz mais uma bela obra que fortalece de forma vibrante uma trajetória de grande sucesso que merece a nossa admiração e nosso respeito. "  Fernando Parracho

 

"Tudo era difícil na época!"

"Assim Ramis Bucair descreve os tempos de Rondon. Diria também: "Tudo é difícil quando se trata de Cândido Mariano Rondon" acrescentando uma questão à sentença:"por que há tão poucas obras sobre esse exemplo de brasileiro, daquele que anda em falta nos dias atuais?"

(...)

Esta é a segunda obra do documentarista (a primeira foi "Roosevelt, Rondon - a Expedição") sobre o grande personagem de nossa história Marechal Cândido Rondon. Ela diz respeito a uma questão relevante e atual para o país e Mato Grosso: seu incrível e minucioso trabalho cartográfico."

- Valéria del Cueto

 

 

agendaculturaldili às 02:46 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 23.01.18

Cine Timor - A Língua, A Luta, A Nação

A Fundação Oriente exibe no dia 3 de fevereiro, sábado, às 15h, o documentário de Max Stahl "A Língua, A Luta, A Nação" sobre o papel da língua portuguesa em Timor-Leste.

 

O documentário tem 53 minutos de duração.

 

O realizador estará presente para responder a eventuais questões do público.

 

Entrada gratuita!

agendaculturaldili às 07:06 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 21.11.17

Cine Brasil - "Chega de Saudade" - dia 2 de dezembro 16h

 

O Cine-Timor apresenta o filme brasileiro "Chega de Saudade".

 

Os dramas e as alegrias dos frequentadores de um salão de dança em São Paulo. Tudo começa quando o salão abre as portas e termina quando o último cliente desce as escadas, pouco antes da meia-noite.

 

Para saber mais sobre a sinopse e trailer click AQUI.

 

É sábado, dia 2 de dezembro às 16h. Não perca!

 

Entrada gratuita.

 

agendaculturaldili às 03:14 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 07.11.17

Cine Brasil - "O palhaço" - dia 11 de novembro 16h

O Cine-Timor apresenta o filme brasileiro "O palhaço".

 

Benjamim é um palhaço que pensa que perdeu a graça e parte numa aventura atrás de um sonho. Muito riso e emoção num filme encantador com Selton Mello.

 

É sábado, dia 11 de novembro às 16h. Não perca!

 

Entrada gratuita.

 

 

agendaculturaldili às 06:23 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos

FESTin 2017 - Mostra em Díli de 16 a 19 de novembro

Abertura da Mostra FESTin, Quinta-feira, 16 de Novembro, 18h, Fundação Oriente em Díli

 

Quinta-feira, 16 de Novembro, 18h30 - Fundação Oriente

 

O Outro Lado do Paraíso


 

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=jJa1QM9XY3s&feature=youtu.be
Brasil, 2014, 100 minutos, drama
Realizador: André Ristum

 


Sinopse: Anos 1960, o Brasil vivia um período turbulento, com o governo em crise, o Congresso em chamas, denúncias de corrupção na imprensa e um golpe a caminho. Neste país dividido, Nando, um menino de 12 anos, narra as aventuras do pai, Antonio Trindade, um idealista sonhador que sai do interior de Minas para Brasília. O desejo de ascensão social, de participar da construção da nova capital e de apoiar as reformas prometidas pelo presidente João Goulart é frustrado pelo golpe militar. O golpe chega quando Nando começa a viver uma história de amor com Iara, uma pré-adolescente avançada para aqueles tempos. Os sonhos se tornam pesadelos. Um capítulo efervescente da história do Brasil baseado em livro autobiográfico de Luiz Fernando Emediato.



 Sexta-feira, 17 de Novembro, 18h - Fundação Oriente

 

Uma vida à espera


 

Trailer: https://vimeo.com/182208216
Portugal, 2016, 93 minutos, drama
Realizador: Sérgio Graciano

 


Sinopse: Um pai sai de casa levando consigo apenas a caixa do correio e uma mala. Senta-se numas escadas, na rua, à espera da resposta do filho. Todos os dias, por uma década, envia-lhe uma carta e todos os dias espera resposta. Ninguém o demove do seu objetivo. Por que o filho não responde? Haverá um filho? Essas e outras são as questões que se colocam ao longo do drama.



 

Sábado, 18 de Novembro, Sessão Infantil, 10h às 12h - Fundação Oriente

 

O projeto do meu pai


 

Brasil, 2016, 6 minutos, ficção
Realizadora: Rosaria


Sinopse: Eu tenho um amigo que diz que a gente precisa desenhar uma mesma coisa mil vezes, até ficar do jeito que a gente acha que é.

 

 

Pequenos animais sem dono


 

Brasil, 2016, 14 minutos, ficção
Realizador: Maju de Paiva


Sinopse: Olivia e Arthur têm dez anos e passam seus dias fora de casa. Vagam pelo condomínio, ouvem música no rádio e sonham com algum lugar longe dali. Em casa, os meninos aprenderam a conviver com a brutalidade dos mais velhos e usar a fantasia como fuga da realidade. O dia em que Olivia descobre um gato sem dono num terreno baldio – animal que é imediatamente adotado pelos meninos, sem o consentimento dos pais – é o primeiro passo em uma jornada de perda da inocência, na qual os dois aprenderão a lidar com a violência, com a morte, com a vingança, com a despedida e com a vida adulta.


 

Hora do lanchêêê


 

Brasil, 2015, 14 minutos, ficção
Realizadora: Claudia Matto


Sinopse: Se não fosse pelo almoço gratuito na escola pública, os irmãos Joalisson, Joedson e Jowilson iriam ficar de barriga vazia o dia inteiro. A mãe dos meninos, solteira e desempregada, tem dificuldade até mesmo para colocar comida em casa, mas não quer que os vizinhos saibam de seus problemas financeiros. Por isso, todas as tardes, ela obriga as crianças a ir para a janela da frente e fingir que estão mastigando. A vizinhança toda acredita. Até quando essa farsa vai se sustentar?


 

As aventuras do Pequeno Colombo – Longa Infantil


 

Brasil, 2015, 88 minutos, animação
Realizador: Rodrigo Gavo


Sinopse: Longa-metragem de animação que se passa na Itália em 1463, onde três jovens, Cris, Leo e Lisa vão descobrir os mistérios do povo de Atlântica e se deparar com sua besta mais feroz, temível Nautilus. Esta criatura destrói todos os navios europeus que tentam cruzar o Oceano Atlântico. Eles vão encontrar uma maneira de derrotá-lo, o que tornará possível para Chris, no futuro, encontrar o caminho para a América. Estas crianças serão conhecidas posteriormente como Cristóvão Colombo, Leonardo Da Vinci e Monalisa.


 

Sábado, 18 de Novembro, 15h - Fundação Oriente

 

Mulheres Africanas – A rede invisível


 

Trailer: https://vimeo.com/202018745
Brasil/ Moçambique, 2012, 80 minutos, documentário
Realizador: Carlos Nascimbeni


Sinopse: Histórias, opiniões, questionamentos, lutas e conquistas de cinco mulheres africanas são o tema deste documentário.Com depoimentos de líderes como Graça Machel, Leymah Gbowee, Sara Masasi, Nadine Gordimer e Luisa Diogo, o documentário também destaca as mulheres comuns, igualmente corajosas e vitoriosas em suas lutas no dia-a-dia.



 Sábado, 18 de Novembro, 16h30 - Fundação Oriente

 

Avô Crocodilo


 

Trailer: https://vimeo.com/199396353
Portugal/Timor-Leste, 2016, 50 minutos, documentário
Realizador: Francisco Rosas


Sinopse: Avô Crocodilo é um documentário que pretende levar o espetador numa viagem a um dos períodos mais inóspitos da história timorense. Uma coprodução com o Centro Audivisual Max Stahl Timor-Leste que dá voz a alguns intervenientes da resistência “Maubere”.´


 

Sábado, 18 de Novembro, 17h30 - Fundação Oriente

 

Vendo ou alugo


 

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=VVtqf-bjJYE
Brasil, 2013, 86 minutos, comédia
Realizadora: Betse de Paula


Sinopse: Rio de Janeiro. Maria Alice vive com a mãe , a filha e a neta em um casarão no Leme, bem na entrada de uma favela. Para sobreviver Maria Alice faz os mais diversos trabalhos, mesmo que eles passem longe da legalidade, mas ela sabe que o único meio de resolver seus problemas é vendendo a casa. O problema é que ninguém quer comprá-la, devido à proximidade com a favela. Um dia, Maria encontra uma amiga que diz que seu filho, Júlio, está trabalhando como corretor de imóveis e tem um estrangeiro louco para comprar um imóvel na cidade. Maria pede que ele o leve à sua casa e, esperançosa que a venda enfim aconteça, passa a organizar tudo para agradar o possível cliente.



 Domingo, 19 de Novembro, 15h - Fundação Oriente

 

Langidila, diário de um exílio sem regresso


Angola, 2015, 80 minutos, documentário
Realizador: José Rodrigues e Nguxi dos Santos


Sinopse: Este documentário histórico é um retrato dos momentos vividos pela nacionalista e guerreira Deolinda Rodrigues, produzido com base no seu diário. É o registo de uma epopeia gloriosa de nacionalista, realçando o seu alto sentimento patriótico e defesa incondicional aos ideais de liberdade e autodeterminação. Tendo-se tornando o expoente máximo da participação da mulher angolana na luta armada pela conquista da independência Nacional.


 

Domingo, 19 de Novembro, 16h30 - Fundação Oriente

 

A Família Dionti


 

Trailer: https://vimeo.com/136663484
Brasil/Reino Unido, 2015, 97 minutos, ficção
Realizador: Alan Minas


Sinopse: Original e poético, o filme narra a fantástica história de um pai e seus dois filhos, Kelton, de treze anos, e Serino, de quinze, que vivem num sítio no interior de Minas Gerais. A mãe já não mora com eles, pois derreteu de amor, “evaporou” e partiu. Enquanto sonha com a volta da mulher a cada chuva que cai, o pai cuida dos filhos com olhar atento. Misturando realidade com fantasia, A Família Dionti retrata de forma especial, emocionante e sem sentimentalismo o tema universal da descoberta do amor, sem deixar de lado as cores regionais do interior do Brasil contemporâneo.


Calendário



Programa


 

 

 




agendaculturaldili às 05:41 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 29.09.17

Cine Brasil - "Eu, tu e eles" - dia 21 de outubro 16h

O Cine-Timor apresenta o filme brasileiro "Eu, tu e eles". Uma narrativa de amor em que drama e humor se misturam, embalada pela belíssima música de Gilberto Gil.

 

É sábado, dia 21 de outubro às 16h. Não perca.

 

 

Para saber mais sobre a sinopse e o trailer clique aqui.

agendaculturaldili às 04:41 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos

Cine Brasil - Vinicuis - dia 7 de outubro 16h

O Cine-Timor apresenta o filme brasileiro "Vinicius". A vida, os amigos, os amores de Vinicius de Moraes, autor de mais de 400 poemas e cerca de 400 letras de canções.

 

É sábado, dia 7 de outubro às 16h. Não perca.

 

 

Para saber mais sobre a sinopse e o trailer clique aqui.

agendaculturaldili às 04:27 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 21.09.17

Cine Brasil - O ano que os meus pais sairam ... - dia 23 de setembro 16h

O Cine-Timor apresenta o filme brasileiro "O ano em que os meus pais sairam de férias".

 

Em 1970, o Brasil e o mundo parecem estar de cabeça para baixo, mas a preocupação da vida de Mauro, um jovem de 12 anos, tem pouco a ver com a ditadura militar do seu país: o seu maior sonho é ver o Brasil tricampeão mundial de futebol. De repente ele é separado dos pais e obrigado a se adpatar a uma estramha e divertida comunidade, que abriga judeus e italianos.

 

Uma história emocionante de adaptação e solidariedade.

 

É já no sábado, dia 23 de setembro às 16h.

 

Não perca.

 

Para saber mais sobre a sinopse e o trailer clique aqui.

agendaculturaldili às 04:21 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos

ARQUIVO

A DELEGAÇÃO EM TIMOR-LESTE

A DELEGAÇÃO EM TIMOR-LESTE

FUNDAÇÃO ORIENTE

FUNDAÇÃO ORIENTE

MUSEU DO ORIENTE

MUSEU DO ORIENTE

CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO

CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO

BOLSAS DE ESTUDO

BOLSAS DE ESTUDO