Cine Timor - "Cartas da Guerra" - 14 julho 16h



realizado por Ivo M. Ferreira 
baseado no livro de António Lobo Antunes, D’Este Viver Aqui Neste Papel Descripto, Cartas da Guerra, de organização Maria José e Joana Lobo Antunes 
argumento Ivo M. Ferreira, Edgar Medina 
fotografia João Ribeiro 
som Ricardo Leal 
decoração Nuno G. Mello 
guarda-roupa Lucha d’Orey 
caracterização Blue 
montagem Sandro Aguilar 
mistura Tiago Matos 
correcção de cor Paulo Américo 
direcção de produção Joaquim Carvalho 
co-produtores Georges Schoucair, Michel Merkt 
produtores Luís Urbano, Sandro Aguilar

P&B | 105 minutos
© O SOM E A FÚRIA 2016

Sinopse:

Ano de 1971. António vê a sua vida brutalmente interrompida quando é incorporado no exército português, para servir como médico numa das piores zonas da guerra colonial – o Leste de Angola. Longe de tudo que ama, escreve cartas à mulher à medida que se afunda num cenário de crescente violência. Enquanto percorre diversos aquartelamentos, apaixona-se por África e amadurece politicamente. A seu lado, uma geração desespera pelo regresso. Na incerteza dos acontecimentos de guerra, apenas as cartas o podem fazer sobreviver.
Miguel Nunes é António de 28 anos e Margarida Vila-Nova interpreta Maria José, a mulher amada que se viu obrigado a deixar, ele vai matando as saudades através de longas cartas que durante dois anos lhe escreve.
Um filme dramático escrito e realizado por Ivo M. Ferreira ("Águas Mil", "Em Volta"), segundo um argumento seu e de Edgar Medina que se inspira em "D'Este Viver Aqui Neste Papel Descripto: Cartas da Guerra", uma compilação de cartas que António Lobo Antunes (na altura um jovem alferes destacado para Angola) escreveu à mulher.
O filme esteve já presente em vários festivais internacionais, entre eles o Festival de Cinema de Berlim (Alemanha), o Festival Internacional de Cine de Cartagena de Indias (Colômbia), Macau Literary Film Festival, Hong Kong IFF, Shanghai International Film Festival (China), Thessaloniki International Film Festival (Grécia), Sydney Film Festival e Brisbane Asia Pacific Film Festival (Austrália).
Exibição com o apoio da produtora O Som e a Fúria.
agendaculturaldili às 11:44 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos