Nota sobre a entrega do Prémio de Língua Portuguesa 2015 - 14 de maio 2016

 

Nota de divulgação

PRÉMIO DE LÍNGUA PORTUGUESA 2015

 

No dia 14 de Maio de 2016, pelas 17 horas na delegação da Fundação Oriente em Timor-Leste, reuniu-se o júri para deliberar sobre o trabalho vencedor do concurso Prémio de Língua Portuguesa 2015 instituído pela Fundação Oriente, destinado a galardoar o melhor trabalho de língua portuguesa de jovens estudantes timorenses.

Concorreram a este prémio catorze jovens: Natália Ximenes Pereira, Cirilo Rodrigues Subha, Maria Juliana António, Teófilo Maria de Jesus, Francisco José da Conceição Pereira Paiva, Mónica de Araújo, Letícia Carvalho, Amado de Jesus, Crisanta Antónia Soriano Viana, Jonato Lúcio Xavier, João Carlos do Carmo B. Seixas, Rosário Clemente e Silva Araújo, Fátima Áurea Ximenes e Salvador da Silva.

O júri, presidido pela Coordenadora do Centro de Língua Portuguesa da Universidade Nacional Timor Lorosa’e, Elísia Ribeiro e constituído por um representante da Fundação Oriente, Ana Paula Cleto Godinho, coordenadora da Delegação da Fundação Oriente em Macau, Domingos Francisco de Jesus de Sousa, assessor no Gabinete de Apoio à Presidência da CPLP, Eugénia de Jesus das Neves, Directora Académica do Departamento de Língua Portuguesa da Faculdade de Educação, Artes e Humanidades da Universidade Nacional Timor Lorosa’e, e Manuel Azancot de Menezes, Pró-reitor da Universidade de Díli, decidiu atribuir por maioria, o primeiro prémio ao candidato Jonato Lucio Xavier com o texto “Mausoko e o seu valente galo” e o segundo prémio ao candidato Amado de Jesus dos Santos com o texto “O falso amigo”.

Os dois textos vencedores caracterizam-se por evocar como personagens animais ligados à tradição de Timor-Leste, como o crocodilo e o galo, mas também crianças e reis, figuras essenciais em contos infantis. As histórias dos premiados apresentam igualmente cenários muito apelativos como a casa, a floresta e o mar, têm um estilo fantasioso e de expectativa, com moral implícita no seu conteúdo, exibem um enredo muito rico e criativo, e são promotoras de valores universais como a honestidade, a solidariedade, a justiça, entre outros, portanto, são contos muito importantes porque promovem a formação ética e moral das crianças.                                     

O Prémio de Língua Portuguesa 2015 tem um valor pecuniário e individual de USD 2.500,00 e corresponde excepcionalmente este ano, a duas Bolsas de Estudo para frequentar o Curso de Verão de Língua e Cultura Portuguesa do Departamento de Português da Universidade de Macau.

O prémio teve nesta edição o generoso patrocínio do BNU Timor que atribuiu duas bolsas de estudo.

O prémio foi entregue em acto público realizado nesta data na delegação da Fundação Oriente em Timor-Leste.

 

Obrigada a todos os participantes.

Obrigada a todos os elementos do júri.

Parabéns aos participantes e aos vencedores.

 

 

Díli, Timor-Leste, a 14 de Maio de 2016.

Graça Viegas

Delegada da Fundação Oriente em Timor-Leste

 

agendaculturaldili às 08:35 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos