Cinema - Documentário sobre José Bonifácio - exibição 23 de Abril

 

Documentário sobre “José Bonifácio”

Texto do realizador Francisco Manso e director e autor do guião Francisco Castro Rego


"José Bonifácio de Andrada e Silva é uma personalidade fascinante.

 

A sua vida é um registo extraordinário de uma época de que ele foi simultaneamente testemunha e actor.

 

A sua história é a de um homem que pode ser visto de diversas perspetivas, todas elas interessantes pela marca que deixou.

 

Mas o que mais impressiona é a coerência da imagem que fica quando se associam as diversas peças do grande puzzle que constituiu a sua vida, tão complexa como inteira.

 

Uma das peças mais conhecidas é a da imagem de José Bonifácio como Patriarca da Independência do Brasil. Outra, menos conhecida, é a de grande pioneiro da História Florestal Portuguesa, com as suas acções de arborização nas dunas e os seus escritos explicativos.

 

Estas duas imagens, a de um Político Brasileiro e a de um Florestal Português associadas num personagem único, somam-se a outras peças com imagens de Lisboa, da Academia Real de Ciências, de Santos e de baleias, da Universidade de Coimbra, de Napoleão e das invasões francesas, de minas, de minerais, do Jardin du Roi  em Paris e de Freiberg, imagens em que entravam Rousseau, Humboldt e mais tarde D. Pedro, Maçonaria e Princesas, São Paulo e Rio de Janeiro, imagens que misturavam política, águas e florestas. E estas peças têm tons variados, de alegrias e tristezas, de poder e de exílio, de ciência e experiência, todas marcadas pelo homem e pela natureza.

 

O desafio de um documentário para a RTP (televisão pública portuguesa) em que se associassem todas estas peças não era um exercício fácil. Tivemos neste caminho ajudas importantes: em Portugal, do Parque Biológico de Gaia e do seu Diretor, Dr. Nuno Oliveira; no Brasil, de grandes conhecedores da matéria como o Prof. José Augusto Pádua e de diversas entidades. Mas não foi possível caberem nos 50 minutos do documentário muitas outras peças, de coragem divertida, de danças de lundum, da vida familiar, das suas ideias para uma capital no centro do Brasil (a futura Brasília), da sua poesia…

Mas fica neste documentário a reconstituição do puzzle que constitui o esboço da vida de um grande homem, num registo dividido entre o Brasil e Portugal que aqui se juntam, com viagens a Paris e a Freiberg, num aperitivo para quem queira melhor conhecer José Bonifácio, alguém à frente do seu tempo, nas lutas pela dignificação do Homem, contra a escravatura, e pela Conservação da Natureza e defesa da floresta.

E fica finalmente um grande agradecimento a todos quantos, em Portugal e no Brasil, abriram com entusiasmo as portas e a generosidade dos seus arquivos que tanto enriqueceram o documentário e aos que, agora, se associam à divulgação que José Bonifácio seguramente merece.

A todos muito obrigado."

agendaculturaldili às 04:44 | link do post | comentar | Adicionar aos favoritos